MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES

          Para concretizar seus objetivos o CF8 atua em nível local articulado à inserção nacional. Isso tem sido possível a partir da construção da Marcha Mundial das Mulheres, um movimento feminista internacional de luta contra a pobreza e a violência sexista que desde 2000 tem se afirmado como um movimento que articula ações locais, nacionais e internacionais.

          Nos últimos dez anos, a MMM construiu sua força e legitimidade organizando as mulheres em torno a uma agenda radical anti-capitalista e anti-patriarcal. Nesse trajeto, utilizou como estratégia fortalecer a auto-organização das mulheres, concomitante com a presença nos movimentos sociais, dentro de uma perspectiva de construção de um projeto que incorpore o feminismo e as mulheres como sujeitos políticos. A marca deste movimento que estamos construindo também a partir do Brasil, são ações políticas em espaço público, em que se criaram formas irreverentes e alegres de crítica à sociedade capitalista, machista e patriarcal.

          Nessa última década as ativistas da Marcha estiveram nas ruas, nos debates, nas mobilizações em diversas situações: contra a pobreza e a violência, pela valorização do salário mínimo, pelo direito à terra, legalização do aborto, contra a Área de Livre Comércio das Américas (ALCA) e Organização Mundial do Comércio (OMC), contra o deserto verde e violência sexista, por mudanças na política econômica e reforma urbana.  

Designer Vinícius Macedo